Depois de dois anos morando em Gold Coast na Austrália, decidimos ir para o Brasil para passar umas férias. Neste Post vamos compartilhar com vocês algumas experiências e a sensação de voltar para a “casa” depois de morar dois anos na terra dos Cangurus.

Voltando para o Brasil depois de morar 2 anos na Austrália

Em Outubro de 2016 começamos à nos organizar em relação à nossa viagem que aconteceria só em Abril de 2017. A expectativa à partir daí só ia aumentando cada dia, afinal a saudade já estava apertando antes mesmo de comprarmos nossas passagens para o Brasil.

A experiência de estar no Brasil por três semanas foi muito boa, interessante e importante ao mesmo tempo. Abaixo eu citarei alguns pontos que pensei, senti ou apenas tive uma análise crítica durante a minha estadia no Brasil.

Comida Brasileira

Eu nunca tive dificuldades para me acostumar com a comida na Austrália e por muito tempo já havia até esquecido do gosto da comida Brasileira.

Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto

Só foi chegar no Brasil e ter a minha primeira refeição e pronto: Eu consegui relembrar o verdadeiro sabor do Feijão Brasileiro, como que eu poderia ter esquecido daquele sabor minha gente? Comida de mãe tem gosto diferente, tem gosto de amor.

De praxe, não tem como ir para o Brasil e não comer muito Pão de Queijo, Pizza, Açaí e Pão Francês na Chapa.

Voltando para o Brasil depois de 2 anos na Australia

Qualidade de Vida das Pessoas

Só quem mora na Austrália sabe o que significa o verdadeiro significado da palavra qualidade de vida.

So para curiosidade, a OCDE (Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico) divulgou um relatório anual em 2016 com os países que possuem a melhor qualidade de vida, e adivinhem quem estava lá em segundo lugar? Sim, a Austrália.

Em termos de habitação, emprego, educação das pessoas, cuidado com o meio ambiente, saúde e segurança é notório que a Austrália está muito à frente do Brasil. Nós Brasileiros já percebemos isso quando vamos para fora, porém quando retornamos para o Brasil é ainda mais perceptível o quanto o Brasil está atrasado, infelizmente.

Certo final de semana fui para São Paulo de ônibus e chegando na rodoviária peguei 2 metrôs. Sentada, observei as pessoas ao meu redor e percebi no rosto delas o cansaço físico e mental, desânimo, tristeza. Além disso precisam ficar atentos para não serem assaltadas. Essa é realidade daquele povo diariamente, sobrevivência de segunda à segunda, é muito triste.

Tudo se paga no Brasil, e se paga muito caro. Se você quer fazer uma viagem simples de carro você precisa desembolsar uma fortuna. Pedágios caros espalhados por todos os cantos, fora o preço abusivo da gasolina. Como manter um carro no Brasil? A comida em geral está bastante cara também.

Segurança

Primeiramente é importante enfatizar que na Austrália também há problemas com segurança. Vira e mexe escutamos notícias sobre assaltos, furtos, fraudes, estupros porém em uma proporção muito menor.

No Brasil, felizmente não tivemos nenhuma experiência negativa em relação à isso, entretanto algumas hábitos que são considerados normais na Austrália, infelizmente eu não consigo ter no Brasil e é essa análise que quero mostrar.

Por exemplo, na Austrália quando você vai para a praia, você deixa a bolsa com objetos pessoais e de valores na areia e entra na água despreocupado afinal, ninguém nem olha para a sua bolsa.

Já no Brasil fomos para uma praia também, entretanto já não sinto essa liberdade, então é preferível deixar celulares, câmeras e documentos no hotel.

O mesmo acontece com os transportes públicos: É normal por aqui ficar com o celular, com o notebook no colo sem preocupação alguma. Já no Brasil eu particularmente evitava até de olhar no celular, pegar a carteira então? Jamais. Parece ridículo, mas é verdade.

Infra-Estrutura

Preciso admitir que eu ficava sim comparando o Brasil x Austrália neste aspecto, simplesmente porque a diferença realmente é exorbitante. O Brasil é um país muito rico, com belezas naturais maravilhosas mas infelizmente a infraestrutura deixa muita à desejar.

Na Austrália tudo funciona muito bem. As calçadas, ruas, avenidas, rodovias são muita bem feitas e além disso sempre estão havendo reparos e manutenções. Tudo é muito limpo e bem cuidado.

A estrutura dos Aeroportos e ferrovias é de primeira. Todas as obras que começam realmente terminam. Os trams de Gold Coast são muito bem estruturados, seguros, confortáveis e pontuais. Os pontos de ônibus e as estações são um verdadeiro exemplo a ser seguido.

Já no Brasil, a maioria das ruas apresentam buracos, nunca se vê uma manutenção acontecendo, a população em geral não cuida, muito lixo espalhado pelas ruas.

Os transportes públicos do Brasil em geral não são tão bons, são desconfortáveis, estão na maioria das vezes lotados. A maioria dos pontos de ônibus e estações de metrôs estão destruídos, não passam por uma manutenção à anos, sem segurança alguma.

A infraestrutura dos semáforos pelo menos em São Paulo parece brincadeira, uma chuvinha com um pouquinho de vento já é o suficiente para parar tudo. Um verdadeiro caos para a população. Sem contar as obras de mil anos que nunca se concretizam e pior: Super híper faturadas – mas eu não vou nem entrar neste aspecto.

Desigualdade Social

É muito notório que o Brasil sofre com a desigualdade social e isso é decorrente da má distribuição de renda. As consequências da desigualdade social no Brasil podem ser observadas na favelização, pobreza, miséria, desemprego, marginalização e violência.

Muita gente morando em condomínios de alto padrão com acesso à tudo. Entretanto, muita gente passando fome, morando em favelas na miséria, com acesso à nada.

Na Austrália quase não se vê desigualdade. Um profissional da área de TI no geral ganha um pouco mais que um faxineiro ou garçom, profissionais que são geralmente desvalorizadas no Brasil. Aliás, quem trabalha na construção civil como pedreiro ganha um bom dinheiro por aqui.

Enquanto a Austrália tem passado por 25 anos sem recessão, o Brasil está vivendo o seu pior momento na Economia já vista, o desemprego bate novo recorde e já atinge mais de 14 milhões de pessoas no Brasil. Todo mundo está reclamando e infeliz com essa situação, é realmente muito triste.

Reencontrar Familiares e Amigos

Essa com certeza é e sempre será a melhor parte do Brasil para mim e provavelmente para muitos que voltam para a casa. Morei no interior minha vida inteira e sempre me senti muito bem com a união dos familiares e amigos, tudo é festa.

Reencontrar meus pais e todos os meus familiares foi tudo de bom. No momento que olhei para eles eu senti como se o tempo não tivesse passado. Eles estavam do mesmo jeitinho, com a mesma carinha de quando eu saí do Brasil.

Ao mesmo tempo eu sei que passou, até porque senti muitas saudades de tudo. É uma mistura de sentimentos inexplicável. Dois anos se passaram, mas parecia que eu tinha visto todo mundo ontem, mas ao mesmo tempo não.

Os assuntos são os mesmos, pouca coisa mudou. Ao mesmo tempo muita coisa mudou, mas essa mudança foi em mim, comigo. Vivi dez anos em dois e é desse ponto que nós não podemos deixar de se lembrar. Lembrar do que nos fez sair do Brasil, lembrar de tudo o que conquistamos aqui, a vitória já começa assim que tomamos a decisão de viver essa experiência pela qual sonhamos tanto, a vitória já começa quando você cria asas para voar.

Nós Brasileiros prezamos muito o fato de estarmos reunidos com a nossa família, reunidos com os nossos amigos, no entanto que é esse o principal motivo que nos faz às vezes pensar em largar tudo e voltar. Quem nunca pensou em desistir, largar tudo e voltar que atire a primeira pedra.

A saudade é o sofrimento de nós Brasileiros aqui do outro lado do mundo. É o preço que se paga para viver os nossos próprios sonhos, e a gente está pagando, porque a gente sabe que vale à pena pagar.

Sim, sabemos que o Brasil está atrasado em muitos aspectos e é lamentável a situação do nosso país no momento, mas apesar de tudo, certamente voltar para a Austrália não foi tarefa fácil. Lágrimas escorriam no meu rosto ao despedir dos meus pais. Por que despedir dói tanto? Que vontade de ficar sem ter passagem de volta comprada.

A vida continua e o ciclo não se encerrou. Aqui estamos seguindo firmes e fortes mais uma vez, e esperando o dia do próximo embarque.

Ter ido para o Brasil me fez ter a certeza ainda mais do quanto é bom estar com as pessoas que a gente ama, que a distância não separa amizades verdadeiras, que se eu tiver que voltar para o Brasil, voltarei feliz por ter chegado onde cheguei, que eu amo demais aquele país, que estou aqui do outro lado torcendo pelo sucesso do Brasil, torcendo para que ainda sejamos um país melhor, um país digno, justo e igualitário e por fim um dia sentir orgulho da nossa Pátria Amada, Brasil.

Ponta Negra - Natal - Brasil

Só para curiosidade, a foto acima é da Praia de Ponta Negra – Natal/ Rio Grande do Norte.

Precisando de maiores detalhes, sugestões ou até mesmo outras dicas sobre este post ou sobre a Austrália, deixe seu comentário abaixo que ficaremos felizes em ajudar.