A Austrália, assim como o Brasil, tem um sistema universal de saúde, que oferece aos seus cidadãos o acesso à saúde pública. O Medicare, como é chamado o sistema de saúde na Austrália é considerado um dos melhores do mundo e, ano a ano, o governo investe cada vez mais nessa área. Hoje nós vamos falar um pouco mais sobre ele!

O que é o Medicare?

Como já mencionado, o Medicare é o serviço de saúde na Austrália. Ele é amplamente financiado pelo governo australiano e, o restante, é financiado a partir da taxa “Medicare Levy”. Essa taxa é descontada anualmente do imposto de renda dos australianos, quando 2% da renda tributável vai para o financiamento desse sistema público.

Com isso, o Medicare cobre os custos de tratamentos eletivos, bem como tratamentos de emergência ou que precisam de acompanhamento médico, como gravidez e pré-natal. Da mesma maneira, o governo inclui exames anuais em oftalmologistas, para prevenção ao câncer de pele, serviços de diagnósticos por imagem (ultrassom, tomografia computadorizada, raio-x e ressonância magnética). Entretanto, nem todos os serviços cobertos são gratuitos. Mas, mesmo assim, você ainda vai pagar um valor bem menor do que se não estivesse usando o Medicare.

saúde na australia

Como funciona o Medicare

O sistema de saúde na Austrália funciona de uma maneira diferente pela qual conhecemos aqui no Brasil, com o SUS. Por lá, o sistema usa como referência o Medical Benefits Schedule (MBS), que lista todos os serviços médicos subsidiados pelo governo australiano e cobertos pelo pelo Medicare.

Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto

Por meio dele, o governo aponta todos os valores que acredita que o serviço deve custar. Se você pagar um valor que corresponda ou seja inferior ao da tabela, o Medicare vai cobrir. Caso seja maior ao da tabela, você simplesmente paga a diferença.

Esse sistema de saúde australiano ainda dá direito ao acesso ao Pharmaceutical Benefits Scheme (PBS), que é um programa que dá desconto em diversos medicamentos. Isso pode ser ainda mais útil se você gastar altos valores em medicações anualmente.

Apesar da saúde na Austrália ser financiada pelo governo federal, o serviço público convive muito bem com seguradoras de saúde. Dessa maneira, assim como no Brasil, o cidadão australiano pode escolher entre ser atendido em hospitais públicos ou particulares, desde que tenha um plano de saúde particular.

Quem tem direito ao Medicare

Apesar de ser um serviço público universal, esse sistema de saúde da Austrália é direcionado aos residentes e cidadãos australianos. Por isso, ele conta com algumas regras. Assim, você só pode se inscrever caso:

      • Seja cidadão australiano;
      • Seja um cidadão da Nova Zelândia;
      • Seja um residente permanente;
      • Estiver solicitando um visto de residência;
      • Possuir um visto temporário coberto por Ordens Ministeriais (vistos subclasse 491, 494, por exemplo. Veja mais clicando aqui);
      • Adotar um filho (seja de origem estrangeira ou australiana).

Caso você tenha cidadania de algum dos países com os quais a Austrália tem acordo recíproco, e esteja visitando o país, é possível receber atendimento em hospitais públicos mesmo sem ser inscrito no Medicare. São elegíveis cidadãos da Bélgica, Finlândia, Itália, Malta, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, República da Irlanda, Suécia e Reino Unido.

Para intercambistas

Se você vai fazer intercâmbio e não se encaixa em algum dos requisitos acima, é necessário ter um seguro saúde na Austrália, mesmo que seja por pouco tempo. Para isso, o Governo Australiano oferece o seguro governamental OSHC – Overseas Student Health Cover.

O seguro OSHC é obrigatório para estudantes que vão fazer intercâmbio. Ele é uma forma de resguardar sua saúde na Austrália e cobre vários serviços médicos. Você poderá ir a hospitais públicos e particulares, serviços de emergências, exames e médicos especialistas. Nesse último caso, o estudante deverá pagar pelo exame/consulta e depois será reembolsado parcialmente (85% a 100% do valor) pelo seguro.

Sistema de Saúde na Austrália x no Brasil

É fato que, devido às grandes diferenças sociais existentes entre o Brasil e a Austrália, os sistemas de saúde pública dos dois países também se diferem muito. Isso acontece principalmente quando olhamos algumas estatísticas e observamos a qualidade do serviço.

No entanto, há algumas diferenças que podemos claramente comparar, como a forma de atendimento. Na Austrália, é comum você passar primeiro por um clínico geral. Assim, só depois, você vai ser encaminhado para um especialista na área que você precisa, se for necessário.

Da mesma maneira, na Austrália você não pode escolher o médico com o qual você vai se consultar se estiver usando os serviços do Medicare e, muitas vezes, é necessário esperar para fazer as consultas e exames eletivos. Também não presta serviços de ambulância, odontologia e fisioterapia – coisas que estão disponíveis no SUS brasileiro.

Apesar disso, o serviço de saúde na Austrália funciona relativamente bem, no geral. O país coloca altos padrões de qualidade e, quando comparado a outras localidades, a Austrália tem um dos melhores sistemas do mundo.

Veja, segundo dados da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a Austrália investiu aproximadamente US$ 5 mil per capita em 2018. Já o Brasil investiu o equivalente a US$ 1.285 per capita. Quase um quinto a menos do que a Austrália.

pessoa fazendo exame no sistema de saúde na australia

Nesse cenário, podemos observar que a Austrália foi classificada em 5º lugar no Ranking Global Healthcare Access and Quality Improved (2000-2016), da revista The Lancet, que avalia a situação de saúde de diversos países do mundo. Enquanto isso, o Brasil está em 96º lugar nesse mesmo ranking.

O sistema de saúde na Austrália (Medicare) é reflexo das boas políticas que o país sempre busca adotar. Além disso, ele também reflete o alto padrão de vida da Austrália, que é um dos países com melhor IDH.
Por isso, ao se mudar para o país com um visto de permanência ou de trabalho, espere um bom atendimento no sistema de saúde da Austrália e hospitais públicos, especialmente de grandes cidades como Sydney e Melbourne. Muitos deles não deixam nada a desejar aos planos de saúde particulares, apesar das limitações.