O sonho de muitos brasileiros é se mudar para a Austrália e conseguir construir uma vida na terra dos cangurus. Mas, para isso, é importante saber qual dos vistos da Austrália você se encaixa. Há uma lista enorme de variedades de vistos da Austrália e você deve saber qual é o mais indicado para o seu caso. Por isso, hoje nós vamos te ajudar a entender melhor as informações sobre os novos vistos australianos, como o de subclasse 491 (Skilled Work Regional).

Por que o visto da Austrália subclasse 491?

Assim como alguns outros tipos de vistos, o de subclasse 491 foi criado recentemente após o governo australiano sofrer uma grande pressão da população. Os australianos afirmavam que as grandes cidades como Melbourne, Sydney e Brisbane estavam sofrendo com superlotações, congestionamentos e problemas de infraestrutura decorrentes de uma população cada vez maior.

Ao passo que a população dos grandes centros urbanos enfrentam tais dificuldades, quem mora no interior da Austrália sofre para conseguir mão de obra qualificada em vários setores. Por isso, a criação desses novos vistos da Austrália vem como uma tentativa de equilibrar o número de habitantes e trabalhadores do interior do país com aqueles que vivem nas grandes cidades da região costeira da Austrália.

Dessa forma, o visto da Austrália subclasse 491 vem com a tentativa de facilitar a migração para regiões australianas menos procuradas pelos estrangeiros. Na realidade, esse e outros vistos da Austrália não são totalmente novos. O governo apenas reformulou algumas outras subclasses de visto, as quais deixaram de existir.

O que o visto da Austrália 491 oferece?

Como já foi dito anteriormente, o vistos da Austrália como o de subclasse 491 são tentativas de levar trabalho qualificado às regiões que estão sofrendo com escassez de mão de obra qualificada no interior do país, fora de cidades grandes e centros urbanos.

Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto

Com esse visto, os imigrantes podem trabalhar em qualquer uma das áreas regionais da Austrália. Também é possível residir nessa área com sua família por até 5 anos. Caso o aplicante do visto tenha uma família, os outros membros também podem se candidatar ao visto. Assim, se não tiverem visto negado, poderão estudar normalmente, se menor de idade.

No caso de seu cônjuge, ele também poderá trabalhar na Austrália durante esse período. Após o período de 3 anos, se o solicitante quiser continuar morando na Austrália, é necessário solicitar um visto de residência permanente no país.

Quais são as áreas regionais da Austrália?

O governo australiano define como áreas regionais qualquer área fora das cidades e regiões metropolitanas de Sydney, Melbourne e Brisbane. Em alguns casos, cidades como Perth, Adelaide e Gold Coast são consideradas grandes centros regionais. Para você verificar se o endereço está dentro das áreas regionais dos vistos da Austrália subclasse 491, pode consultar a lista de códigos postais no site do Department of Home Affairs clicando aqui.

Como obter o visto da Austrália subclasse 491 – requisitos

Há três maneiras de se conseguir o visto da Austrália subclasse 491. Veja:

1. Estadia prolongada

Caso o imigrante já possua outros vistos da Austrália de caráter provisório (subclasses 475, 487, 495 e 496), ele poderá solicitar a extensão de seu tempo de permanência no país por até mais 5 anos.

Além disso, é preciso que o aplicante ao visto cumpra todas as seguintes condições do visto 491 “Extended Stay Pathway”:

  • Permissão para trabalhar em qualquer serviço, independente de sua formação;
  • Possibilidade de viver, trabalhar ou estudar na sua área regional designada escolhida previamente;
  • Caso seu visto seja patrocinado por algum estado ou território australiano, você deverá viver e trabalhar na região patrocinadora;
  • Caso seu visto seja patrocinado por algum membro da família, você poderá morar em qualquer área designada da Austrália.

2. Convidado

Essa alternativa só serve para o caso de o solicitante ter sido convidado para morar e trabalhar na Austrália por um estado ou território australiano. Assim, são necessários os seguintes requisitos:

  • Idade inferior a 45 anos;
  • Ter uma profissão incluída na Skilled Occupation List;
  • Ter qualificações acadêmicas e experiência na sua área de atuação;
  • Mínimo de 65 pontos no teste de inglês em um período de até três anos antes de receber o convite (a não ser que você seja cidadão ou portador de passaportes válidos dos Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Irlanda ou Nova Zelândia.

Além de todos os documentos e comprovações acima, você deverá enviar à imigração australiana outro documento chamado de Expressão de Interesse (EOI), que é responsável por indicar ao Governo que você tem a intenção de se aplicar ao visto da Austrália 491.

3. Entrada Subsequente

Assim, você poderá solicitar a algum familiar que resida no país para que seja o patrocinador de se visto 491. Para esse familiar ser elegível, é necessário que seja seu cônjuge ou filho dependente maior de 18 anos. Além disso, ele deverá possuir algum dos vistos de subclasse 475, 487, 495 ou 496.

Requisitos para o candidato ao visto da Austrália 491 tipo “Entrada Subsequente”:

  • Ter menos de 45 anos;
  • Atender aos requisitos de saúde e caráter do governo australiano (os documentos necessários são um exame médico e atestado de antecedentes criminais);
  • Não ter dívidas pendentes com o governo australiano;
  • Não ter tido algum visto recusado ou cancelado pelo governo australiano em algum outro momento (seja visto de turismo ou visto de estudante).

Como aumentar sua pontuação para elegibilidade de um visto da Austrália subclasse 491?

Alguns agentes de imigração concordam que suas chances aumentam caso você cumpra alguns outros requisitos. Dentre eles:

  • Estudar na Austrália por meio de uma graduação ou um curso de inglês, desde que a sua escola seja em uma das áreas da Austrália regional. Quem possui um visto de estudante ativo na Austrália pode ser elegível para solicitar o visto 491. Nesse caso, as suas chances de conseguir uma indicação de um governo estadual ou territorial aumentam muito.
  • Ser empregado de uma empresa que atua na área regional da Austrália. Nesse caso, pode até mesmo ser um emprego que você trabalha “part-time”. Ou seja, um emprego que é permitido por um visto de estudante.
  • Ter algum familiar imediato que já mora nas áreas regionais da Austrália. Nesse caso, isso é essencial para a “Entrada Subsequente”. Mas também pode ser um facilitador para os outros dois tipos de “patrocínio” do visto da Austrália subclasse 491.

Candidate-se ao visto da Austrália subclasse 491

Se você se identificou com essa categoria de vistos da Austrália, não perca tempo para se candidatar! A Austrália é um país incrível e que você vai se encantar sobre!

Entretanto, se seu projeto é a longo prazo e não se encaixa nos requisitos básicos, faça um intercâmbio na Austrália. Estudar por aqui fará com que suas chances de conseguir um visto como o de subclasse 491 aumentem.

A Optima Intercâmbio é a agência mais indicada para quem quer fazer um intercâmbio na Austrália! Isso porque eles têm uma equipe especializada e que sabe tudo sobre a Austrália! A Optima vai te ajudar em todas as etapas para fazer seu sonho de fazer um intercâmbio e morar aqui na Austrália virar realidade. Por isso, entre no site deles e peça para um consultor entrar em contato. Tenho certeza que um intercâmbio pela Optima vai ser a melhor experiência da sua vida!