Pouco se conhece dos vinhos australianos no Brasil. De fato, esse não é um produto muito reconhecido pelos brasileiros, já que há uma forte competição com os vinhos produzidos na América do Sul e com os próprios vinhos nacionais, como aqueles que originários da Serra Gaúcha.

Entretanto, a Austrália é um dos maiores produtores de vinhos do mundo e, pouco a pouco, tem expandido suas exportações para o mercado brasileiro. Em 2015, a exportação cresceu aproximadamente 25% em relação ao ano anterior. No mundo, a Austrália está entre os cinco maiores países exportadores de vinhos e entre os dez maiores produtores da bebida. Esses dados mostram ainda mais a qualidade e a popularidade dos vinhos australianos!

As origens dos vinho australiano

O costume de produzir vinhos na Austrália vem desde quando o país ainda era uma colônia penal do Império Britânico, no século XVII. Naquela época, as primeiras mudas de videiras foram trazidas do Cabo da Boa Esperança, na África do Sul, para New South Wales.

Por muito tempo, tentou-se produzir vinhos a partir dessas videiras, entretanto, houveram inúmeras tentativas até que os primeiros vinhos produzidos localmente fossem vendidos na Austrália a partir de 1820.

Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto

A partir daquele momento, inúmeras regiões viticultoras foram se estabelecendo ao longo da costa leste da Austrália, próximo à Sydney. Aos poucos as regiões produtoras de vinho na Austrália foram se expandindo para outros estados, como South Australia e Western Australia.

O fato é que os primeiros produtores de vinhos australianos enfrentaram inúmeras dificuldades, especialmente àquelas relacionadas ao clima local que era, até então, relativamente desconhecido. Entretanto, o clima parecido com o mediterrânico em diversas partes do país fez com que as videiras crescessem e se desenvolvessem de maneira propícia para a produção de vinhos no país.

vinhos australianos e uma plantação de uvas

Ao mesmo tempo, a chegada de colonos livres de várias partes da Europa transformaram a produção viticultura da Austrália. Sem dúvidas, eles tinham muito mais experiência na produção de vinhos do que os primeiros colonos da Austrália. Assim, a qualidade dos vinhos locais aumentou exponencialmente com os conhecimentos dos novos colonos.

Um grande exemplo da melhora de qualidade dos primeiros vinhos australianos pode ser observada na Exposição Universal de Viena de 1873, quando, em um teste às cegas, acreditaram que um vinho produzido em Victoria tinha a mesma qualidade dos vinhos franceses.

Os vinhos australianos atualmente

Ao longo do tempo, os vinhos australianos acabaram se desenvolvendo ainda mais, especialmente com ajuda da tecnologia e técnicas de produção inovadoras. A revista estadunidense Wine Spectator elegeu os vinhos australianos dentre os 12 melhores do século XX.

Por si só isso já demonstra a importância da viticultura australiana no mundo, principalmente por deixar países tradicionais na produção de vinhos de fora, como a Espanha.

Nos últimos anos, principalmente, a Austrália tem investido fortemente nessa indústria e a maior parte de sua produção serve para a exportação. A Inglaterra é um dos maiores importadores da bebida australiana no mundo, preferindo os vinhos da Austrália aos vinhos europeus. O mesmo acontece com os Estados Unidos, que figura na segunda posição no ranking de maiores importadores dos vinhos australianos.

Algumas vezes a produção de uvas na Austrália foi tão grande que a indústria de vinhos não conseguiu absorver a oferta e os governos locais precisaram bancar a retirada das videiras.

Os incêndios florestais no verão de 2019 e 2020 também afetaram negativamente essa indústria da Austrália. Muitas plantações foram atingidas pelo fogo e foram completamente destruídas. Aquelas que não foram destruídas pelo fogo, foram afetadas pela fumaça, o que acaba mudando o sabor do vinho. Em Adelaide Hills, por exemplo, cerca de 30% da produção foi perdidos, segundo dados da Wine Australia.

Principais castas de uvas dos vinhos australianos

A Austrália não possui nenhuma variedade de uva nativa do seu território. As primeiras uvas foram trazidas a Austrália a partir da África do Sul. Hoje em dia, são mais de 160 variedades de uvas para vinhos australianos que estão distribuídas em mais de 149 mil hectares de áreas plantadas nos seis estados.

A Shiraz é a variedade mais plantada e o símbolo do país. São mais de 40 mil hectares (28%) de área plantada dessa casta de uva. Originária da região do Rhône, na França, essa uva ganhou uma enorme popularidade na Austrália. De fato, os melhores vinhos australianos são produzidos a partir dessa espécie de uva e essa espécie foi a grande responsável pela grande proeminência dos rótulos australianos no mundo do vinho.

Dentre outras espécies, a Austrália ainda cultiva uvas como Cabernet Sauvignon, Merlot e Pinot Noir. Essas são as espécies mais cultivadas dentre os vinhos tintos. Já os vinhos brancos são produzidos com espécies como Chardonnay, Sauvignon Blanc e Sémillon, que completam o ranking das uvas mais produzidas em território australiano.

Item de colecionador

Foi com um blend de uvas Shiraz e Cabernet Sauvignon que o vinho australiano Penfolds Grange conseguiu colocar a Austrália no mapa dos melhores vinhos do mundo. A safra de 1971 ganhou inúmeros prêmios nas Olimpíadas de Vinho em Paris.

o vinho australiano penfolds grange é um dos mais famosos do país
Foto via Flickr @ rexness

A safra de 1998 foi um dos vinhos mais bem classificados pela Wine Spectator, levando 99 dos 100 pontos possíveis! Enquanto a safra de 2008 recebeu a classificação máxima possível em duas publicações especializadas.

Esses excelentes desempenhos dos vinhos Penfolds Grange, produzidos com a variedade shiraz, fez com que algumas de suas safras se tornassem itens colecionáveis, tamanha sua qualidade. A primeira safra, de 1951, é considerada como altamente colecionável e uma garrafa foi vendida em um leilão em 2004 por mais de AUD $50 mil.

As inúmeras outras safras premiadas também são consideradas colecionáveis e são vendidas em leilões por valores na casa de dezenas de milhares de dólares australianos.

A importância dos Penfolds Grange é tão grande que ele é o único vinho listado como patrimônio pelo South Australian National Trust.

Regiões produtoras de vinhos australianos

vinhos australianos e uvas para vinhos brancos

Boa parte do território da Austrália pode receber plantações de uvas, até mesmo nas regiões mais áridas se houver irrigação suficiente e correta. Porém, há inúmeras regiões produtoras de uvas na Austrália que se transformaram em grandes destinos turísticos.

Para os enófilo de plantão, é preciso conhecer algumas regiões e experimentar os deliciosos vinhos produzidos pelas vinícolas locais. Abaixo, listamos algumas das regiões mais famosas e procuradas pelos turistas.

Adelaide Hills

Uma das maiores regiões produtoras de vinho australiano é Adelaide Hills, nas imediações da cidade de Adelaide, em South Australia. Mais de 40% de toda a produção do país tem origem ali e o produtor mais famoso da região é o clássico Penfolds Grange.

Barossa Valley é um dos locais mais famosos da região de Adelaide Hills, entretanto, há inúmeras outras vinícolas na região como Eden Valley e Mclaren Vale.

Veja também: Roteiro: o que fazer em Adelaide

Hunter Valley

vinhos australianos em hunter valley

O Hunter Valley é uma região viticultura entre as cidades de Sydney e Camberra e é uma das maiores de New South Wales. Por ali, os vinhedos são plantados a aproximadamente 500 metros de altitude. Assim, eles podem aproveitar um clima bastante parecido com o da região sul da França. As uvas Shiraz e Cabernet Sauvignon são as mais plantadas por lá.

Foi em Hunter Valley que os primeiros vinhos australianos surgiram, com a plantação das primeiras videiras do país.

Além da bela paisagem rural, as vinícolas de história seculares oferecem aos seus visitantes as melhores degustações de NSW e, também, muitos produtos sazonais.

Margaret River

vinhos australianos em margaret rivers
Foto via Flickr @ ozmark17

Margaret River, a pouco mais de três horas de carro a partir de Perth, Western Australia, é uma das principais regiões produtoras de vinho australiano e do mundo. Os vinhos brancos são os destaques, mas há grandes plantações de Shiraz e Cabernet Sauvignon.

O clima e a proximidade com o mar influenciam muito nas características do vinho produzido por ali, transformando-os em jóias da viticultura australiana!

Victoria – Melbourne

vinhos australianos em yarra ranges
Foto via Flickr @ rodeime

O estado de Victoria tem um cultivo de uvas muito proeminente especialmente na região próxima a Melbourne. Essa região produz aproximadamente 20% de todo o país. O clima por ali é variado, mas, em geral, costuma ser frio para os padrões australianos. Isso acaba dando um sabor destacado para os elaborados Pinot Noir (tinto) e Roussane e Marsanne (branco). É nessa região, inclusive, que os vinhos brancos mais famosos da Austrália são produzidos.

Veja também: Cidades da Austrália: Melbourne

Tasmânia

vinhos australianos na tasmânia
Riversdale Estate Vineyard. Foto via Flickr @ riversdale_estate

Apesar de não estar entre os maiores produtores de vinhos – têm apenas 1800 hectares de vinhedos plantados – o clima frio e marítimo fazem com que as uvas amadureçam lentamente e ganhem um sabor incrível, sem perder suas características naturais. Assim, vale a pena uma visita em algum dos mais de 160 vinhedos da Tasmânia para experimentar algumas variedades de vinhos deliciosas!

Os vinhos australianos são um grande destaque do país, como você pode constatar. São inúmeras vinícolas que carregam muita história e expertise na produção dos deliciosos vinhos australianos. Vale a pena fazer um passeio por alguma delas e experimentar um pouco da cultura de vinhos da terra dos cangurus!

Aproveite para conhecer esses lugares incríveis e experimentar um pouco da cultura de vinho da terra dos cangurus enquanto faz o seu intercâmbio! Você pode entrar em contato com as melhores agências de intercâmbio do Brasil preenchendo o nosso formulário de contato! As oportunidades na Austrália não faltam e esperam por você!

Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália