Nossos PETs, como cachorros e gatos, são muito mais do que uma boa companhia, eles são parte da família! E não dá para deixar um membro da família para trás ao se mudar para a Austrália, não é? Saiba como você pode trazer seus animais de estimação para a Austrália!

criança com cachorro de estimação

Burocrático…

Trazer um animal de estimação para a Austrália a partir do Brasil é um processo bastante burocrático. Por motivos de saúde, a Austrália possui diversas e fortes restrições contra animais vindos de outros países.

Assim, pessoas que vivem em países onde o vírus da raiva ainda não foi erradicado, como é o caso do Brasil, não podem trazer seus PETs. Da mesma forma, alguns fatores como condições de saúde e a raça podem fazer com que seja impossível trazer seu melhor amigo para o Austrália.

Raças de cachorro como o Fila Brasileiro, o Dogo Argentino, o Pit Bull e Bull Terrier não podem viver no país por questões de segurança biológica e adaptação junto à vida selvagem local. Espécies exóticas (animais híbridos) também não são permitidos no país.

Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto

…Mas não é impossível!

A melhor maneira de trazer seu animal de estimação para a Austrália é enviá-lo para um país que faça parte da lista de destinos pré-aprovados pelo governo australiano e que já tenham exterminado a doença da raiva. Nossos vizinhos Argentina e Chile são os países mais próximos que fazem parte dessa lista.

Passo a passo

Além de verificar se a raça do seu bichinho é permitida na Austrália, o primeiro passo é vaciná-lo contra a raiva e verificar se ele está com todas as vacinas em dia. Ele também precisa receber um microchip com todas as informações do seu animal, inclusiva as informações de vacina.

Depois de vacinado, é necessário esperar até um mês para realizar os primeiros exames de sangue (RNAT). Após isso, é necessário que o PET seja enviado para residir pelo menos 45 dias em um país que faça parte da lista de aprovados pelo governo australiano. Passado esse período, os exames de sangue devem ser repetidos ainda no país autorizado. Por lá, um veterinário autorizado pelo governo deverá assinar uma declaração que comprove a validade dos testes de sangue.

gato recebendo carinho

É só a partir daí que você poderá dar continuidade no processo. Agora, é necessário pedir uma licença de importação, que é uma espécie de visto para animais de estimação entrarem na Austrália. O processo, chamado BICON, é todo online e pode ser acessado clicando aqui. Após tudo certo, o “visto” é aprovado e você pode viajar com o bichinho para a Austrália.

Mas ainda não acabou! Quando o animalzinho chega na Austrália, deve ficar sob quarentena em um abrigo específico, entre 7 e 60 dias até receber a permissão final. Portanto, é necessário reservar uma vaga nesses abrigos antes do animal chegar.

Nesses abrigos, os animais poderão receber tratamento para outros tipos de parasitas internos e externos.

É importante prestar atenção, pois algumas cidades não aceitam a entrada de animais estrangeiros. Se você estiver uma casa em Sydney, por exemplo, os animais podem ser encaminhados para abrigos em Melbourne. E só depois ele poderá seguir para Sydney.

cão-guia

Cães-guia e animais de suporte emocional

O processo para transportar um cão-guia ou um animal de suporte emocional para a Austrália costuma seguir as mesmas condições aplicadas aos outros cães e gatos. Entretanto, é necessário apresentar provas que comprovem a necessidade de transporte desses bichos para a Austrália.

Assim, é necessário preencher vários formulários, como uma declaração prescrita por um médico que comprove a dependência do animal. No caso de cães-guias, também é necessária uma declaração de uma entidade que representa os cães-guia, comprovando que ele tem treinamento especializado para atuar como um cão-guia.

Atenção com o transporte aéreo

Essa é outra informação importante para se prestar atenção. Para transportar seus animais de estimação para a Austrália é necessário que eles sejam acomodados em uma caixa específica para esses fins. Ela deve ser aprovada pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). Esse requisito serve tanto para cães como para gatos.

No dia da partida, a caixa deve ser lacrada com um selo oficial do governo da Austrália e, caso seja necessário sua abertura durante a viagem, somente um veterinário oficial do governo, autoridade aeroportuária ou o capitão da aeronave poderão selar novamente a caixa, além de terem que fornecer um relatório explicando o porquê da abertura da caixa.

Preços

Todo esse processo para transportar animais de estimação para a Austrália costuma ser um investimento nada barato. Ele costuma custar entre AU$ 8 mil e AU$10 mil por animal. Por isso, se você vai residir por um curto período de tempo na Austrália, pode ser que não valha a pena. Aí você precisa segurar a saudade!

Para mais detalhes, você pode consultar o site do Department of Agriculture, Water and Environment da Austrália . Eles fornecem informações detalhadas de todo o processo de exportação de cães e gatos para a Austrália.

Gostou desse post? Então compartilha com seus amigos nas redes sociais!

Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália