Se você tem a intenção de estudar na Austrália, é importante se atentar para os requisitos para tirar um visto estudantil. O passo mais importante para que seu visto dê certo é se encaixar nos requisitos do GTE Austrália. Saiba o que são esses requisitos!

carimbo e passaporte

O que é o GTE Austrália

Muitas pessoas têm a intenção de imigrar para a Austrália e uma das maneiras mais fáceis de conseguir um visto de permanência do país seria morar no país por meio de um visto de estudante, inicialmente.

Assim, o governo australiano criou uma série de medidas que buscam identificar os candidatos que não estão usando o programa de vistos estudantis da maneira correta. Uma dessas medidas é o Genuine Temporary Entrant (GTE Austrália). Por meio dele, o Department of Home Affairs atesta que o estudante está vindo para a Austrália temporariamente e com a real finalidade de obter uma educação de qualidade.

De fato, governo australiano afirma que isso não é uma medida para excluir estudantes que, depois de estudar na Austrália, desenvolvam as habilidades que o país precisa e depois solicitam residência permanente. Mas é uma maneira de garantir que os estudantes voltem para seu país de origem para utilizar os conhecimentos adquiridos nas escolas e Universidades australianas.

Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto

No geral, o GTE Austrália não é um documento de requisitos nos quais você precisa se encaixar para o visto estudantil ser aprovado. Ele é um documento em que você irá explicar vários fatores, quais são suas reais intenções, o porquê de ir estudar na Austrália e sua real situação no país de origem.

Dessa forma, o GTE Austrália é o documento chave para que você consiga um visto subclasse 500 (student visa program). É por meio dele que você poderá convencer as autoridades australianas e ter seu pedido de visto aprovado. Por isso, quanto mais rico em detalhes o seu GTE for, menores as chances de ter seu visto negado.

Como fazer o GTE Austrália

O candidato a um visto de estudante da Austrália deverá escrever uma declaração pessoal abordando as temáticas do GTE. Preferencialmente, o governo solicita que o documento seja escrito em inglês. Caso você não se sinta confortável em fazê-lo em inglês, é possível escrevê-lo no próprio idioma e enviar juntamente uma cópia traduzida.

Depois de redigida, essa declaração deve ser assinada e enviada junto do processo de aplicação ao visto de estudante para o órgão responsável.

gte-australia-documentos

Quais informações incluir no GTE Austrália

O Department of Home Affairs da Austrália recomenda que as seguintes informações e evidências devem ser incluídas na carta:

Estudo prévio

O Governo Australiano procura conhecer seu histórico acadêmico e as suas qualificações alcançadas. Para isso, é recomendável incluir o nome da instituição em que você estudou, a duração do curso e os certificados. Se existe uma pausa em seus estudos, você também poderá explicar o porquê dela existir.

Emprego atual

Outra informação necessária para um bom desempenho no GTE Austrália é falar sobre seu emprego. O Governo Australiano recomenda que seja especificado qual é o seu empregador atual; o endereço da empresa; há quanto tempo você trabalha nessa empresa e qual é seu cargo e o contato de alguém que possa confirmar esses dados.

Podem ser incluídas nessas informações as possíveis ofertas de emprego em um terceiro país depois de estudar na Austrália. Então, se você vai estudar na Austrália e tem evidências concretas de que receberá uma proposta de emprego após a conclusão do curso, você também poderá detalhá-la.

Laços com seu país de origem ou país de residência atual

O Governo Australiano buscará saber se você você tem motivos significativos para voltar para casa. Portanto, isso poderá ser provado com bens que você possua no Brasil ou os seus laços familiares e afetivos.

cédulas australianas de plástico

Situação econômica atual

Outra informação que o Department of Home Affairs recomenda que esteja em seu GTE Austrália é sua situação financeira. Isso poderá ser provado por documentos que mostram sua atividade trabalhista nos últimos 12 meses antes da aplicação ao visto. Documentos como a declaração de imposto de renda e extratos bancários também são aceitos.

Situação política e educacional no seu país de origem

É basicamente a análise da conjuntura política do Brasil. Eles pesquisam se há algum tipo de agitação política e civil no país e quais são seus compromissos com o serviço militar. Caso haja um curso semelhante no Brasil, eles também investigarão o porquê de você preferir o curso australiano ao invés do curso brasileiro.

Situação potencial na Austrália

O governo australiano procura entender como será sua estadia na Austrália. Se há possíveis laços com moradores da Austrália fortes o suficientes para que você permaneça no país; a qualidade do curso proposto e sua capacidade de se manter estável financeiramente.

Valor do curso para seu futuro

Por meio do GTE Austrália o governo vai procurar saber como o curso pode contribuir para seu futuro. Assim, eles verificam se o curso é condizente para o seu nível atual de educação; bem como se ele é relevante para sua carreira profissional.

vistos gte australia

Histórico de imigração

O governo da Austrália também procura verificar seu histórico de vistos e viagens para outros países. Dessa forma, eles analisam seus pedidos de vistos anteriores tanto para a Austrália como para outros países. Assim como também verificam se esses vistos foram cancelados ou recusados.

Quando o aplicante ao visto é menor de 18 anos

Se o estudante for menor de 18 anos e solicitar um visto de estudos, ele deve explicitar no GTE Austrália quais são as motivações dos pais ou responsáveis para enviá-lo à Austrália para estudar.

Outras informações relevantes para o GTE Austrália

A imigração australiana ainda pode considerar outros fatores para analisar seu pedido ao visto. O histórico de imigração de parentes próximos; se você possui algum parente próximo com status de refugiado ou inconsistências nas informações.

Por fim, o GTE Austrália é a oportunidade para você explicar exatamente as suas motivações de estudo no país. Igualmente, é a chance de já sanar qualquer fator que aumente o risco de recusa do seu visto.

É muito importante que você possa comprovar todas as informações fornecidas no GTE. Da mesma maneira, é necessário enviar todas essas documentações comprobatórias junto da sua declaração GTE Austrália.

Se você quiser mais informações sobre o processo, basta consultar o site do Department of Home Affairs da Austrália ou consultar o documento Ministerial Direction 69, que trata exatamente sobre esses critérios de avaliação.