Um dos lugares mais incríveis e multiculturais de Sydney é a Chinatown. Esse bairro é o lugar para onde muitos imigrantes asiáticos – principalmente chineses – se mudaram em meados do século XIX em busca de melhores condições de vida. 

Naquela época, havia uma grande disponibilidade de trabalho e a mão de obra chinesa era considerada barata. Por isso, muitos chineses acabaram buscando a Austrália como uma alternativa de construir uma nova vida na Oceania.

Quer conhecer um pouco mais sobre a história da Chinatown de Sydney e quais os melhores lugares para se visitar por lá? Bom, é sobre isso que nós falamos neste post! 

Curiosidades sobre Sydney: 10 coisas que você não sabia

Um pouco sobre a imigração chinesa na Austrália

A Austrália é um país que conta com um grande número de asiáticos em sua população. O Australian Bureau of Statistics, órgão equivalente ao IBGE do Brasil, aponta que 677 mil moradores da Austrália são nascidos na China. Além disso, a maior parte desta população vive no estado de New South Wales, onde fica Sydney. 

Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto
Promoção Rota do Canguru 30% de desconto

No geral, os imigrantes chineses representam o segundo maior número de residentes estrangeiros na Austrália, ficando atrás apenas dos ingleses. E esse número de imigrantes chineses está em forte crescimento na Austrália desde 2002. 

Além disso, é da China que vem o maior número de estudantes estrangeiros. Segundo o Departamento de Educação da Austrália, em 2019 os chineses representaram cerca de 28% do número de estudantes estrangeiros no país, sendo líderes absolutos neste sentido. 

Em números absolutos, cerca de 261 mil chineses se mudaram para a Austrália para fazer algum tipo de intercâmbio. Em comparação com os brasileiros, nós ocupamos a quarta posição no mesmo ranking de estudantes internacionais, representando apenas 4% deste total – pouco menos de 41 mil estudantes.

Veja também:
Trabalho pós-estudo na Austrália: como continuar morando na Austrália depois do intercâmbio
Educação na Austrália: o sistema educacional do país
Qual é a melhor cidade da Austrália para intercâmbio?
Faculdade na Austrália: é possível ter um diploma australiano!
Intercâmbio sem agência: por que você NÃO deve fazer

A imigração muito antes da “Austrália Universitária”

Mas a imigração chinesa para a Austrália começa muito antes de a terra dos cangurus se tornar um grande destino de intercâmbio. Ela teve início logo na colonização da Austrália e aumentou significativamente a partir da segunda metade do século XIX. Naquele momento, a Austrália passava por um período literalmente de ouro: o país passava pelas suas primeiras corridas do ouro. 

Há alguns historiadores que afirmam que os primeiros chineses fizeram contato com a Austrália muito antes da colonização britânica, fazendo comércio com os aborígenes australianos. Quando a Austrália deixou de ser uma colônia penal e parou de receber presos britânicos, os chineses começaram a chegar ao país buscando trabalho. 

Entre 1848 e 1853, mais de 3 mil trabalhadores chegaram ao país com contrato de trabalho firmado, e muitos outros vieram procurar emprego. Naquela época, os imigrantes trabalhavam principalmente na agricultura. 

Mas não pense que por ter contrato de trabalho, esses chineses viviam bem. Pelo contrário: os primeiros imigrantes enfrentaram muita resistência da população australiana e sofreram diversas discriminações em um primeiro momento. 

Quando a corrida do ouro começou, os chineses disputavam espaço com os australianos. Ainda em 1855 o governo de Victoria aprovou uma lei para restringir a imigração chinesa. Naquele período, havia um grande sentimento segregacionista e anti-chinês. 

O próprio governo australiano promoveu uma grande política de imigração para frear a imigração chinesa no início do século XX, quando foi colocada em prática a White Australia Policy, que proibia qualquer pessoa de origem étnica não europeia de imigrar para a Austrália. Isso durou até 1973, quando essa política foi completamente desmontada pelo governo. 

Quais são os estados da Austrália?

Mas o que tudo isso tem a ver com a Chinatown de Sydney?

Bem, há várias Chinatowns pelo mundo e elas têm uma história bastante comum entre si. Elas foram criadas para servir como um ponto seguro para a comunidade em um momento que ela se via em um ambiente de grande preconceito. Assim, a Chinatown se tornou em um lugar em que os chineses e outros imigrantes asiáticos pudessem viver, compartilhar seus costumes e seu modo de viver. 

Saiba mais: Cidades da Austrália: Sydney, New South Wales

O primeiro “bairro chinês” de Sydney ficava localizado na região de The Rocks na década de 1860. Essa população acabou migrando e chegou à região de Capitol Theatre e Campbell Street, onde está hoje. Até hoje, a Chinatown de Sydney não tem fronteiras definidas, entretanto, ela costuma ser frequentemente limitada a um quadrilátero no centro da cidade, na região de Darling Harbour, entre a Hay Street, a Goulburn Street e a Sussex Street.

Pelo seu tamanho estar frequentemente em expansão – afinal, esta é a maior Chinatown da Austrália – há muitos estabelecimentos de origem oriental ou chinesa em ruas como a George Street e Elizabeth Street. Essa região é comumente chamada de Haymarket. O Paddy Market, localizado na região, é um dos maiores mercados de Sydney e conta com uma grande variedade de estabelecimentos chineses. 

O que fazer na Chinatown de Sydney?

Em Sydney, a Chinatown é um lugar com uma vida bastante agitada. Se você procura uma grande variedade de pratos asiáticos, alimentos e produtos típicos chineses, na Chinatown você vai encontrar o que precisa. Os restaurantes servem pratos asiáticos com estilos gastronômicos bastante exóticos, sendo que alguns servem comidas até de madrugada. 

Há um grande calçadão ao longo da Dixon Street onde você pode encontrar um shopping a céu aberto e “food halls”. Esse calçadão é considerado o coração de Chinatown e passa pelo centro antigo da região. Ali é uma área bastante popular entre os turistas, especialmente entre aqueles que buscam experiências gastronômicas incríveis!

Festivais chineses

Em fevereiro é a época do Lunar New Year Celebrations, quando é comemorado o tradicional Ano Novo Chinês. Já em setembro ocorre o The Moon Festival, que é um tradicional festival asiático que celebra a colheita e a mudança de estações. 

Pontos de interesse

Vale a pena visitar os factory outlets, que são lojas de fábrica em que são vendidos alguns produtos chineses com preço de fábrica, sendo bem mais barato ali do que em outros lugares. No Market City é possível encontrar uma boa variedade de restaurantes, lojas e opções de entretenimento. 

Em cada um dos limites da Chinatown há um Paifang, que são portões chineses decorados. Vale a pena conhecer um deles e saber um pouco mais sobre a sua história e significado para os chineses.

O Chinese Garden of Friendship é um jardim chinês bastante calmo no meio do Central Business District de Sydney. Ele é um lugar que procura recriar toda a harmonia e filosofia chinesa na cidade. Há pequenas cachoeiras, muitas plantas exóticas e algumas trilhas para você caminhar e entrar em contato com a natureza. Uma curiosidade deste jardim é que ele foi construído como um presente da comunidade chinesa para comemorar os 200 anos da Austrália. 

Nas sextas feiras à noite a Chinatown de Sydney ganha vida: há um grande mercado que abre suas portas para vender as mais variadas coisas, principalmente comidas asiáticas e quinquilharias. 

Já a Golden Water Mouth, na esquina entre a Hay St e a Sussex St, é uma escultura que usa os princípios do Feng Shui e elementos nativos australianos, como ouro, carvalho, terra e água. Ela representa a energia positiva e boa sorte. E os cinco elementos naturais por ela representados servem para harmonizar o ambiente natural com o urbano. A folha de ouro ainda simboliza o histórico vínculo dos chineses com as corridas do ouro na Austrália.

Conheça a Chinatown de Sydney de pertinho! 

Se você quer conhecer a Chinatown de Sydney de perto, a melhor maneira é fazendo um intercâmbio na cidade! Sim, porque ao fazer um intercâmbio você não apenas poderá conhecer grandes lugares da Austrália, como também aprender um novo idioma: o inglês! 

E para tirar esse sonho do papel, nada melhor do que contar um uma agência especializada em intercâmbio para a Austrália.

O blog Rota do Canguru tem parceria com as melhores agências de intercâmbio do Brasil. Nossas parceiras têm equipes especializadas que são craques quando o assunto é a Austrália! Solicite um orçamento gratuito conosco e iremos te colocar em contato com a agência perfeita para você!

Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália
Receba grátis orçamentos de intercâmbio na Austrália